A primeira igreja cristã (At 2.37-47)


Convencida pela força do argumento de Pedro, a multidão foi acutilada por sua própria consciência. Vendo-se culpados do sangue do Ungido do Senhor, exclamaram: "Que faremos, irmãos?" ouvindo de Pedro a garantia de que o perdão e o dom do Espírito Santo lhes seriam concedidos por Deus se se arrependessem e fossem batizados no Nome de Jesus como Messias.

Aquela geração, de um modo geral, provara-se perversa, contudo havia um lugar para um remanescente fiel. Havendo antes citado, de #Jl 2.32, as palavras Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo , Pedro agora insta com os seus ouvintes que se salvem daquela geração perversa. Tão eficaz foi sua exortação que três mil creram nas boas novas e foram batizados, formando assim a primeira igreja cristã.

Segue-se um quadro da primitiva comunidade cristã, reunida diariamente em várias casas para partir o pão, acorrendo ao templo (aparentemente se reunia na colunata chamada de Salomão, a julgarmos de #At 3.11 e #At 5.12), aderindo ao ensino e à companhia dos apóstolos, aumentando em número cada dia, louvando a Deus e gozando da simpatia de todo o povo. Os milagres que, operados antes por Jesus em pessoa, foram "sinais" do advento da era messiânica, continuaram a ser operados por Ele, lá do céu, mediante Seus discípulos, agindo estes no Seu Nome, fornecendo assim uma prova adicional de que o reino divino tinha invadido a era presente, porque essas obras poderosas eram, de fato, "poderes da era por vir".

Arrependei-vos e cada um de vós seja batizado . Este mandamento parece que não causou surpresa aos ouvintes de Pedro, os quais provavelmente estavam já familiarizados com a prática do batismo. O batismo cristão, como o de João, é batismo em água, acompanhado de arrependimento, mas administrado no Nome de Jesus e associado com a dádiva do Espírito. Como o de João, tem uma referência escatológica, porém anuncia a realização daquilo para o que o batismo de João apontava. #Jl 2.32. A doutrina dos apóstolos e a comunhão .

A comunhão era indicada no partir do pão e nas orações e igualmente na comunidade dos bens . Diariamente . Este advérbio modifica todos os verbos da sentença. Acrescentava-lhes o Senhor… . Note-se a versão ARA: "o Senhor acrescentava-lhes, dia a dia, os que iam sendo salvos" -não sendo a referência aqui a um processo contínuo de salvação em cada indivíduo, mas uma afluência contínua de pessoas que, uma após outra, aceitavam a salvação oferecida e eram incorporadas na comunidade dos salvos.

Livro Novo comentário bíblico

Anúncios

Sobre Cadu Rinaldi

Teologia e Reino de Deus
Esse post foi publicado em Cadu Rinaldi. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s