Existem outros deuses?


(Salmos 82:1) – DEUS está na congregação dos poderosos; julga no meio dos deuses.  O salmo 82 relata este assunto, e me deparei com a seguinte indagação sobre o tema. Diversas doutrinas não cristãs tentam se basear neste fato, para dizer que não servem à Deus, mas servem a um deus. Bom, resolvi publicar um pequeno texto explicativo sobre o salmo. Segue abaixo:

O primeiro versículo é sujeito a diversas interpretações: uma tradução literal seria: "Deus (’ Elohim) está na congregação de Deus (EL); no meio dos juízes (’ elohim) Ele julga". "Congregação de Deus" pode significar qualquer assembléia convocada pelo Todo-Poderoso (cfr. #Mq 6.1 e segs.; #Is 41.1) ou, mais particularmente, Israel (exemplo, #Nm 27.17; #Js 22.16). "No meio dos juízes" talvez signifique "No meio dos anjos", isto é, uma comissão celestial perante a qual os tribunais de justiça terrenos são convocados. Porém, o restante deste Salmo parece indicar outra interpretação, a saber, Deus como supremo juiz, no meio dos corrompidos governantes e juízes de Israel, a fim de repreendê-los e condená-los (cfr. #Ez 45.9; #Am 5.12; #Mq 7.3).

Há uma íntima semelhança entre este Salmo e #Is 3.13-15, pelo que este poema talvez pertença ao reinado de Uzias. Os juízes terrenos são chamados de ’ elohim porque o ofício que ocupam e o julgamento por eles exercido, realmente são de Deus (ver #2Cr 19.6-7; #Dt 1.17). A descrição de Deus como "estando" na congregação fica mais clara quando se sabe que a significação do termo é: "tomar posição para um propósito solene" (cfr. #Sl 2.4; #Sl 9.4; #Sl 29.10; #Sl 47.8, onde o juiz se assenta para julgar).

Os vers. 2-7 constituem a acusação e a condenação contra aqueles que exerceram autoridade judicial de maneira falsa e injusta, isto é, com respeito humano (2; ver #Lv 19.15; #Pv 18.5; #Pv 24.23; #Pv 28.21; #Tg 2.1-9), ignorando os casos urgentes dos aflitos, destituídos e órfãos, a ponto dos pobres e dos necessitados não serem nem livrados nem vindicados. E a causa é a incapacidade de tais juízes de discernirem entre o bem e o mal (5; contrastar com #1Rs 3.9; #Sl 68.1-5); pelo que também o próprio fundamento de uma ordem civil estável é minado. Portanto, Deus (eu, enfático), que fez com que tais homens fossem nomeados para o ofício de juiz (isto é, deuses, cfr. vers. 1), a fim de que se tornassem filhos do Altíssimo (6), insiste agora para que se conduzissem em conformidade Consigo mesmo.

O não agirem assim importa numa morte semelhante a de qualquer descendente de Adão, e numa desgraça comparável à da condenação de muitos príncipes dos dias antigos. Note-se a citação do vers. 6 em #Jo 10.34-36.

No versículo final o salmista invoca a Deus para que Ele mesmo controle todas as nações e a administre verdadeiro juízo. De que outro modo poderia ser estabelecido Seu reino universal? cfr. #Sl 118.8-9; #Sl 146.3-4.

Texto base do Livro o Novo Comentário da Bíblia, autor F. Davidson

Anúncios

Sobre Cadu Rinaldi

Teologia e Reino de Deus
Esse post foi publicado em Cadu Rinaldi e marcado , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Existem outros deuses?

  1. estudiosodeprogramas@hotmail.com disse:

    Completamente equivocado o texto. Lamento informar mais o texto e contexto diz a respeito de Deus, JULGAR A CONGREGAÇÃO DOS PRINCIPES E POTESTADES DE SATAN. Congregação dos deuses esta em minúsculo logo são os demônios poderosos que governam o mundo. O auto esta completamente errado na interpretação.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s