Livro de Mateus Capítulo 24: 2-14.


 cansado

Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada.
E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?

 

E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane;
Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.
E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.
Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.
Mas todas estas coisas são o princípio de dores.
Mateus 24:2-8

Templo -gr. hierou, significa "recintos do templo". A profecia do vers. 2 foi cumprida no tempo do Imperador Juliano, que, num esforço vão de reconstruir o templo, mandou tirar até aquelas pedras que foram deixadas no tempo da destruição de Tito. Tua vinda -gr. parousias, palavra que expressa uma visita real. As perguntas dos discípulos revelam que eles associavam a destruição de Jerusalém com o clímax do fim do mundo, e que eram convencidos de que Jesus era o Messias cuja manifestação futura, em glória, no fim do mundo, ia inaugurar o eterno estado messiânico. Em parte, suas convicções eram corretas, quanto à primeira convicção, só parcialmente. A destruição de Jerusalém era o sinal de que a velha ordem já era obsoleta e que a nova havia começado. Os discípulos ainda ignoravam a crucificação e ressurreição, as profecias a respeito das quais eles não tinham crido. Compreenderam que a nova era seria inaugurada pela ressurreição do Senhor, que marcava a transição. Muitos virão. Durante os quarenta anos entre a ressurreição do Senhor e a destruição de Jerusalém, apareceram diversos falsos cristos que conseguiram muitos adeptos. É mister que tudo isso aconteça (6). Frase tirada dos LXX de #Dn 2.28; cfr. #Ap 1.1; #Ap 4.1. Os melhores manuscritos omitem a palavra "tudo". Se levantar reino contra reino (vers. 7). Alusão a #Is 19.2; #2Cr 15.6. O texto segue mais o hebraico do que os LXX. É instrutivo consultar o contexto de ambos os trechos do Velho Testamento, para compreender melhor seu sentido. Fomes e pestes (vers. 7). Gr. limoi kai loimoi. A semelhança entre estas duas palavras gregas causaria omissão da segunda palavra em alguns textos. Dores (vers. 8). Dores de parto que caracterizarão o início da época messiânica. Surgirão muitos falsos profetas (vers. 11). Ver notas sobre #Mt 7.15-16. O vers. 12 indica que a influência do mundo ser forte demais para muitos cristãos professos. É notável que a perseverança é um requisito que acompanha a verdadeira conversão (vers. 13). Mundo (vers. 14) -gr. oikoumene(i), o mundo habitado ou civilizado.

 

 

Trecho do Livro O novo Comentária da Biblia.

Sobre Cadu Rinaldi

Teologia e Reino de Deus
Esse post foi publicado em Cadu Rinaldi, Li em um Livro e marcado , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s