Meteoro na Rússia.


Meteoro-1 O mês de fevereiro de 2013 tem sido um tanto quanto cheio de sinais e acontecimentos que estão movimentando as notícias pelo mundo.

Este blog pessoal não e nunca será sensacionalista, é um blog sério, escrito e dirigido por alguém que conhece as leis de Deus e dos homens.

Pensando nisso, temos que analisar alguns fatos ocorridos, e você pode tirar suas reflexões por si só. Veja o vídeo abaixo:

Não é fato novo, mas porém raro aos olhos humanos, a medida que o homem alcança conhecimento, a tecnologia avança, e momentos como esse acabam sendo registrados por pessoas sem nenhum profissionalismo, mas que estava na hora e lugar certo para registrar tal acontecimento.

Quando lemos alguns textos bíblicos como do livro de Apocalipse, “E sobre os homens caiu do céu uma grande saraivada, pedras que pesavam cerca de um talento (+ ou- 40 Kg)."
(Apocalipse 16:21:). Vemos que um meteoro se fragmenta em meteoritos (Um meteorito é a denominação dada quando um meteoro, formado por fragmentos de asteróides ou cometas ou ainda restos de planetas desintegrados, que podem variar de tamanho desde simples poeira a corpos celestes com quilômetros de diâmetro, alcançam a superfície da Terra, pode ser um aerólito (rochoso), siderito (metálico) ou siderólito (metálico-rochoso), fonte Wikpédia).

Não quero impor nada, pelo contrário, não é o fato de sinais aos olhos nus que fazem nos imaginar o fim, mas os acontecimentos futuros, temos que fazer um mapeamento espiritual dos últimos e vindouros acontecimentos.

Biblicamente existe uma série de acontecimentos para entendermos que estamos vivento o Apocalipse, e isto é fato.

Em Mateus capítulo 24 está registrada a maior profecia de Jesus sobre o fim do mundo. As palavras de Jesus nada mais, nada menos, descrevem dois mil anos de eventos históricos que levam ao fim. Quando comparamos Mateus 24 ao lado do registro da história, ficamos espantados ao ver com que grande riqueza de detalhes a bíblia falou sobre o fim.

A Bíblia relata que nos últimos dias os líderes do mundo terão" um só pensamento" e oferecerão "à besta o poder e a autoridade que possuem" (Ap 17.13). Essa é uma idéia-chave que devemos ter em mente quando analisarmos essa grande tragédia causada pelos terroristas nos EUA. É preciso que entendamos também que isso é apenas mais um passo em direção ao cumprimento da profecia bíblica.

Precisamos compreender que um novo mundo globalizado está sendo criado. Todo o planeta viverá em paz e prosperidade, até mesmo no aspecto religioso. O mundo estará tão unido que "…adorá-la-ão (à besta) todos os que habitam sobre a terra" (Ap 13.8). Esse versículo refere-se claramente ao Anticristo.

Entretanto, esse alvo não pode ser atingido sem que o Anticristo engane as pessoas. Até mesmo os países democráticos que mantêm as relações mais estreitas no mundo ocidental nem sempre concordam uns com os outros em todas as ocasiões. Para que seja formada uma verdadeira unidade global, o país mais populoso da terra, a China comunista, também deve ser integrado no processo de unificação (ela já foi aceita na OMC – Organização Mundial do Comércio – N.R.). Além disso, o mundo islâmico, com 1,18 bilhões de fiéis, deve ser apaziguado e, de algum modo, chamado a participar como membro igualitário da união das nações. Isso só pode ocorrer quando o Anticristo iludir a todos.

Devemos relembrar também que Satanás, chamado "o pai da mentira" porque nele não há nenhuma verdade, é quem dará origem a esse engano. As Escrituras revelam que ele é o deus deste mundo e trabalha nos filhos da desobediência, através deles e junto com eles para alcançar seus objetivos.

O profeta Daniel nos deixou a seguinte profecia sobre o Anticristo: "Depois, se levantará em seu lugar um homem vil, ao qual não tinham dado a dignidade real; mas ele virá caladamente e tomará o reino, com intrigas. As forças inundantes serão arrasadas de diante dele; serão quebrantadas, como também o príncipe da aliança. Apesar da aliança com ele, usará de engano; subirá e se tornará forte com pouca gente. Virá também caladamente aos lugares mais férteis da província…" (Dn 11.21-24).

Três palavras devem ser destacadas:

a) caladamente
b) intrigas
c) engano

A palavra "caladamente" é mencionada duas vezes nessas poucas frases.

O que ela significa? Simplesmente mostra que a Nova Ordem Mundial não será estabelecida pela força da guerra, mas "caladamente" – através de negociações, assinaturas de acordos e cooperação entre as nações. Isso, afinal de contas, é justamente o que todo ser humano deseja. Ninguém quer ver seu filho, filha, esposo ou esposa arriscar sua vida na guerra. Todos nós preferimos o caminho da paz. Sejam judeus ou cristãos, muçulmanos ou hindus, budistas ou ateístas, comunistas ou capitalistas, socialistas ou ditadores, todas as pessoas na face da terra querem paz – mas cada um em seus próprios termos, e é exatamente aí que o problema começa.

Da perspectiva divina, este problema tem um enfoque diferente, pois a guerra, o desacordo e a controvérsia são resultados do pecado. Por esse motivo nós, como cristãos, sabemos com certeza absoluta que nenhuma nação ou movimento, nem a OTAN, nem a União Européia, nem as Nações Unidas, serão capazes de produzir uma paz duradoura.

Paz Duradoura

A paz não é somente a ausência de conflito ou de guerra, mas é um dom de Deus. Estou falando daquela paz que ultrapassa todo o entendimento (veja Fp 4.7). Essa paz não pode ser obtida depositando nossa fé em um sistema. Ela virá quando confiarmos em uma pessoa: o Filho de Deus, Jesus Cristo de Nazaré. Ele pagou o preço necessário pelo pecado da humanidade, que é a causa da guerra. Quando Ele derramou Seu sangue na cruz do Calvário e bradou "Está consumado!" (Jo 19.30), o pagamento estava completo. Agora todos aqueles que vêm até Ele pela fé pedindo perdão pelos seus pecados recebem o perdão e a paz. Por isso, sabemos que a única paz que receberemos com certeza é aquela que podemos oferecer para todo mundo através do Evangelho.

Essa não é uma paz coletiva, ela é individual. Não está baseada em um tratado, negociação ou acordo, tampouco foi escrita com tinta no papel. Ela foi selada com o sangue do Filho de Deus. Ele nos garante em João 14.27: "Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vo-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize".

O Anticristo

Quem é o Anticristo? Em resumo, ele será a obra-prima de Satanás, um homem de acordo com o coração do homem. Devemos prestar bastante atenção nas palavras que já destacamos antes: "caladamente", "intrigas", "engano". Nesse mesmo capítulo Daniel escreve: "Também estes dois reis se empenharão em fazer o mal e a uma só mesa falarão mentiras; porém isso não prosperará, porque o fim virá no tempo determinado" (Dn 11.27). Devemos entender os princípios fundamentais da negociação política. Não interessa qual seja a nação, suas negociações são sempre baseadas nas vantagens que pode obter para si. Nenhum político jamais negociou para beneficiar o seu oponente, nenhuma nação se preocupou com o bem da outra, especialmente quando se trata de uma nação inimiga que está prestes a guerrear. Essa atitude egoísta, de pensar apenas em si mesmo, é exatamente o espírito do Anticristo.

Além disso lemos no versículo 36: "Este rei fará segundo a sua vontade, e se levantará, e se engrandecerá sobre todo deus; contra o Deus dos deuses falará coisas incríveis e será próspero, até que se cumpra a indignação; porque aquilo que está determinado será feito". Esse é um egoísmo levado a extremos: "a sua vontade", "se levantará" e "se engrandecerá"!

Não é surpresa que hoje em dia se esteja ensinando nas escolas, nas universidades e muitas vezes até mesmo nas igrejas, que devemos aumentar nossa auto-estima e fazer tudo o que pudermos para fortalecer nosso amor-próprio. Mas essa filosofia é diametralmente oposta às Escrituras. Somos convidados a seguir a Jesus. Quem é Ele? Isaías 53.3 nos dá a resposta: "Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso". Por que os homens O desprezam e não fazem caso dEle? Porque Ele "a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz" (Fp 2.8). Essas características são contrárias às procuradas pelo homem moderno.

Preparação para o Futuro

Vamos continuar analisando o Anticristo, que a Bíblia diz ser quem comandará o mundo. O apóstolo João é o único que usa o termo "Anticristo" e ele escreveu que até mesmo em seus dias já existiam "muitos anticristos" (1 Jo 2.18). O que isso quer dizer? Significa simplesmente que a preparação para o estabelecimento do reino do Anticristo na terra começou durante os tempos de Jesus.

Também devemos nos dar conta de que Jesus, quando veio, já ofereceu o reino dos céus para as pessoas de Israel. Ele proclamou a mesma mensagem que João Batista havia pregado antes: "Arrependei-vos, porque está próximo o reino dos céus" (Mt 3.2). Mas o povo de Israel rejeitou essa oferta e, como conseqüência, o reino lhe foi tirado. Israel foi destruído e os judeus foram dispersos por todas as nações do mundo. Esse fato, entretanto, não muda a eterna Palavra Profética de Deus, porque Ele estabelecerá o Seu reino na terra e trará paz sobre as nações do mundo. Ele irá cumprir o que diz Miquéias 4.3: "Ele julgará entre muitos povos e corrigirá nações poderosas e longínquas; estes converterão as suas espadas em relhas de arados e suas lanças, em podadeiras; uma nação não levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra".

Enquanto isso, o grande enganador, Satanás, que também é chamado de grande dragão, antiga serpente e diabo, que é o pai da mentira, luta desesperadamente contra o estabelecimento do reino de Deus na terra.

Como ele faz isso? Enganando todas as pessoas, fazendo-as crer que o homem é capaz de trazer a paz baseado apenas em sua própria força.

O Surgimento do Pecado

Lemos a respeito da origem de Satanás (chamado também de Lúcifer em algumas traduções) em Isaías 14.12-14: "Como caíste do céu, ó estrela da manhã, filho da alva! Como foste lançado por terra, tu que debilitavas as nações! Tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu; acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono e no monte da congregação me assentarei, nas extremidades do Norte; subirei acima das mais altas nuvens e serei semelhante ao Altíssimo".

A gloriosa "estrela da manhã" tinha um problema de elevada auto-estima, pois dizia: "eu subirei", "exaltarei", "me assentarei", "serei semelhante ao Altíssimo", e essa é a origem do pecado. O primeiro sucesso alcançado por ele foi enganar a serpente que, por sua vez, enganou Adão e Eva. Foi assim que o homem, criado à imagem de Deus, tornou-se um servo de Satanás.

Portanto, os servos de Satanás, o grande destruidor e assassino desde o princípio, não podem produzir a paz. Como conseqüência, todas as negociações e tratados de paz assinados pelos políticos do mundo não são capazes de garantir uma paz duradoura. Mas a humanidade, de modo geral, acredita ser capaz de obtê-la sem o Príncipe da Paz. Como resultado, todos os políticos do mundo continuarão a trabalhar incessantemente em busca de apenas um objetivo: paz para a humanidade.

Será desse modo que Satanás obterá sucesso em fazer surgir uma união sem precedentes entre toda a população mundial. Devemos ressaltar que Satanás não é o Anticristo, mas o Anticristo será uma pessoa totalmente inspirada pelo diabo.

O Anticristo Recebe Poder

Quando lemos Apocalipse 13, vemos que a primeira besta, o Anticristo, que emerge do mar dos povos, aparentemente é alguém sem poder, um pobre coitado que não tem nada – não possui credenciais, exércitos, sistema político ou poder. Mas então lemos: "E deu-lhe o dragão o seu poder, o seu trono e grande autoridade" (v. 2). Os versículos 4 e 5 confirmam: "e adoraram o dragão porque deu a sua autoridade à besta… Foi-lhe dada uma boca que proferia arrogâncias e blasfêmias e autoridade para agir quarenta e dois meses". Além disso, lemos no versículo 7: "Foi-lhe dado, também, que pelejasse contra os santos e os vencesse. Deu-se-lhe ainda autoridade sobre cada tribo, povo, língua e nação". Já vimos que o Anticristo, que emerge do mar [das nações], recebe tudo o que possui do dragão, que é identificado assim no capítulo 12: "…o grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e Satanás" (v. 9). Portanto, o Anticristo terá autoridade "…sobre cada tribo, povo, língua e nação" (Ap 13.7). Qual será o resultado? "Adorá-la-ão (à besta) todos os que habitam sobre a terra" (Ap 13.8).

Ao analisarmos a tragédia ocorrida em 11 de setembro de 2001, devemos tentar olhar para a questão como um todo, para a História da humanidade. Esses terríveis ataques terroristas não foram um ato isolado de agressão e assassinato brutal, mas fazem parte de um processo que Satanás está usando para unir o mundo como um só povo e para fazer com que todos vejam apenas em uma pessoa o seu líder absoluto. Esse líder será o Anticristo.

Israel e Jerusalém

"…estou zelando por Jerusalém e por Sião. E, com grande indignação, estou irado contra as nações que vivem confiantes; porque eu estava um pouco indignado, e elas agravaram o mal" (Zc 1.14-15).

O centro da controvérsia não está limitado aos ataques terroristas nos Estados Unidos, mas tem relação com um país do Oriente Médio: Israel. Há décadas Israel tem de lidar praticamente todos os dias com ataques terroristas. Os israelenses vivem em estado de alerta 24 horas por dia, sete dias por semana. Agora que esse tipo de terrorismo começou a se espalhar para lugares do mundo onde não estávamos acostumados a vê-lo, as nações, cada vez mais, farão debates, trabalharão em cooperação mútua e trocarão informações.

A mensagem é clara para aqueles que são servos do Senhor: estamos entrando nos estágios finais dos últimos dias, que atingirão o seu clímax com o Arrebatamento da Igreja, seguido pelo início da Grande Tribulação. No final dos sete anos da Tribulação, Jesus Cristo retornará fisicamente ao mundo, sobre o Monte das Oliveiras, o que resultará na salvação de Israel e no julgamento de todo o mundo.

Já que a profecia é a verdade da Palavra de Deus, minha oração é que aqueles que ainda não são cristãos e que, porventura, estejam lendo este livro, leiam também a Bíblia, a mensagem de Deus aos homens.

A Mensagem da Bíblia

A Bíblia traz a seguinte profecia sobre os incrédulos: "Quando andarem dizendo: Paz e segurança, eis que lhes sobrevirá repentina destruição, como vêm as dores de parto à que está para dar à luz; e de nenhum modo escaparão" (1 Ts 5.3). Esse versículo é bastante claro: a paz e a segurança serão estabelecidas de uma maneira global. Não faz diferença se o terrorismo for eliminado e a paz reinar, pois isso será algo apenas temporário.

A Bíblia também diz a respeito dos filhos de Deus: "Mas vós, irmãos, não estais em trevas, para que esse Dia como ladrão vos apanhe de surpresa; porquanto vós todos sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite, nem das trevas. Assim, pois, não durmamos como os demais; pelo contrário, vigiemos e sejamos sóbrios" (vv. 4-6). Nós fomos avisados para estarmos alertas, e não devemos cair nas armadilhas que Satanás prepara através dos eventos que estão acontecendo no mundo. Devemos analisar as obras das trevas de Satanás, reconhecer o engano e rejeitar completamente aquilo que não é verdadeiro. (Arno Froese -http://www.chamada.com.br)

Extraído do livro Conflitos Mundiais e as Profecias.

Sobre Cadu Rinaldi

Teologia e Reino de Deus
Esse post foi publicado em Cadu Rinaldi e marcado , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s